BBN Radio
Como ir ao CéuRádioInstituto BíblicoChatRecursosIdiomasContribuaFale Conosco
Inscrição|Cursos Disponíveis|Perguntas & Respostas|BI Ajuda|Sobre a BBN|Maneiras de promover a BBN|Testemunhos|
Login do Aluno
Acesso do aluno
Usuário:
Senha:


Esqueceu a sua senha?
Esqueceu o seu nome de usuário?
Ainda não é um aluno?
ABENÇOA MINHA VIDA ESPIRITUAL
ABENÇOA MINHA VIDA ESPIRITUAL
 
Quando eu era adolescente, várias vezes ouvi irmãos fazendo pedidos de oração como este: “orem por minha vida espiritual”.  A impressão que se tinha é que a pessoa tinha duas vidas.  A vida espiritual estava com problemas, mas a outra vida estava bem.  “Que tipo de problema espiritual o irmão tem? ” nossa curiosidade juvenil perguntava.  É claro que nunca encontrávamos a resposta, já que a  “vida espiritual” era um campo intransponível, impenetrável, onde nem mesmo a própria pessoa sabia ao certo o que se passava; ao menos assim pensam muitas pessoas.
 
Parece inerente ao ser humano querer categorizar tudo.  Usamos diferentes gavetas ou caixas para dividir e organizar nossas concepções.  Fazêmo-lo até com relação a Deus.  “Dividimos” Deus em partes para entendê-lo melhor.  “Uma parte é seu amor, outra é sua justiça”.  A impressão que se tem, é que em um determinado momento Deus usa de amor e em outro usa de justiça.  Parece-se com minha escrivaninha, só dá prá abrir uma gaveta de cada vez.  Para abrir uma, as outras têm de estar fechadas.  Deus teria de escolher entre usar de amor ou usar de justiça.  Obviamente isto é errado, pois Deus é indivisível em seu caráter.  Ele sempre agirá com amor, e sempre agirá com justiça, em cada situação.
 
Bem, se já temos a tendência de querer dividir Deus, muito mais seremos tentados a dividir o ser humano.  Já que possuímos corpo, alma e espírito (alguns vêem alma como sinônimo de espírito), por que não destacar esta divisão natural?  O problema é que, mesmo tendo “partes” o ser humano é uma unidade.  Enquanto está vivo aqui na Terra não há como separar suas partes. Podemos dizer: “Minha alma está triste”, mas não podemos achar que o corpo não sofra nenhuma conseqüência da tristeza da alma.  Nenhuma pessoa, em sã consciência, pode sorrir enquanto sua alma agoniza.  Se o corpo ri enquanto a alma chora, ou a pessoa é louca ou está fingindo.
 
Não é novidade querer separar a alma do corpo.  Platão já dizia que o espírito é bom e a matéria ruim.  Aplicando esta filosofia, os epicureus pensavam que o corpo não tinha importância, só o espírito, e se entregaram a todas as paixões da carne.  Os estóicos, por outro lado, crendo que o corpo era mal e era um empecilho para o espírito, buscaram uma vida de austeridade e castidade.
 
Tentar separar minha vida espiritual de minha vida carnal parece até fazer sentido, mas pode causar problemas.  Por exemplo: se estou com dor de cabeça, este é um problema carnal (meu corpo); se estou sendo desleixado na minha vida devocional, este é um problema espiritual.  Mas será que ambos os problemas não podem estar entrelaçados?  Não consigo orar por causa de minha dor de cabeça.  Ou então, tenho dor de cabeça porque não oro (em caso de dor de cabeça provinda de ansiedade).  É claro que não podemos considerar tudo como um problema espiritual, mas pode haver muito mais ligação entre uma área e a outra do que imaginamos.
 
Por mais bonito que seja pedir oração pela vida espiritual, isto pode ser apenas uma forma de disfarçar o que verdadeiramente se passa em nossas vidas.  Davi reconheceu a importância de se quebrantar diante de Deus.  Ele escreveu: “Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.” Salmo 51:17
 
Por que não somos sinceros com Deus em nossas orações, e dizemos, por exemplo: “EU estou com problemas na área sexual”, ou “EU estou desanimado para orar”?  Se cairmos em tentação, precisamos deixar de dizer ou pensar: “Foi a minha carne, que é fraca”  para reconhecer com sinceridade: “Quem caiu não foi a carne, nem o espírito, nem a alma. Fui EU!”

Queremos encorajar você a fazer o curso A Doutrina do Pecado.  São apenas 6 lições que apresentam de forma sistemática o ensino bíblico a respeito do pecado, tratando de assuntos como: sua origem, sua natureza, seus resultados, o pecado e o cristão, e assim por diante.

Desejamos a você as bênçãos divinas ao estudar a Sua Palavra!

Equipe do Instituto Bíblico da BBN

Autor:   Equipe do Instituto Bíblico da BBN    Data :  11/13/2014 8:51 AM
Número de visitantes :  4179


Login                                                                                           Biblia Online   Copyright   Privacidade