Privacidade

Como ir ao CéuRádioInstituto BíblicoChatRecursosIdiomasDoaçõesFale Conosco
Livros|Ajuda & Ferramentas|
O que a Bíblia ensina

Capítulo 10

GRAÇA CONCEDE SALVAÇÃO

 

Capítulo 10




I. INTRODUÇÃO



Toda a ação de Deus com o homem no presente é baseada na graça, misericórdia e paz. A graça significa “favor de Deus imerecido.” Isso significa que Ele nos mostra favor que nós não merecemos. Isso nos é mostrado pela salvação que gratuitamente recebemos. A palavra graça é encontrada 160 vezes na Bíblia. Dessas ocorrências, 128 estão no Novo Testamento. Deus é conhecido como “o Deus de toda a graça”, I Pedro 5:10. Cristo é descrito como “cheio de graça.” João 1:14. O Espírito Santo é chamado de “Espírito da Graça.” Hebreus 10:29. Assim as três pessoas da divindade estão intimamente ligadas pela graça. 



II. DEFINIÇÃO



A palavra graça usada no velho testamento carrega o sentido de “dobrar-se ou curvar-se em bondade a um inferior”. No novo testamento a palavra significa “favor, boa vontade, bondade amorosa.” 



As seguintes definições mostram-se úteis na explicação do que é a graça.



A. A graça é apresentada como amor dispensado a algo que não tem valor. Deus é amor, mas quando esse amor é dirigido a seres pecadores, culpados, impuros, rebeldes, então é graça.



B. O amor que olha para cima é adoração. O amor em nível apropriado é afeição. O amor que desce é graça. 



C. Graça é Deus nos mostrando nada menos que amor e misericórdia quando nada merecemos a não ser ir a juízo. É Deus curvando-se em nossa direção e nos mostrando infinito amor. 



D. A graça é vista como Deus dando o melhor dos céus para salvar o pior da terra.



III. CONTRASTE



A graça não deve ser confundida com as obras. Se um homem pudesse ser salvo pelas obras, a salvação seria seu salário. Romanos 4:4-5, Romanos 11:6. Deus não cobra nada do homem. A salvação é um presente gratuito. 



A graça não deve ser confundida com a Lei. Os homens não podem se salvar guardando a Lei. São salvos pela graça. Os pontos seguintes ajudarão a tornar isso mais claro: 



a. A Lei traz coisas a serem feitas.

    A graça nos fala de uma obra já realizada.

b. A Lei diz , "Faça isso e viverás.”

    A graça diz, “Viva, e então farás.”

c. A Lei diz, "Amarás o Senhor Teu Deus.”

    A graça diz , "Deus amou ao mundo" João 3:16, e "Nós amamos a Ele porque Ele nos amou     primeiro.” I João 4:19.

d. A Lei condena o melhor. Romanos 3:19. 

    A graça salva o pior. Romanos 3:24, 4:5. 

e. A Lei revela o pecado. Romanos 3:20.

    A graça revela salvação. Tito 2:11-13.



IV. A NECESSIDADE DA GRAÇA 



O homem é um pecador e rebelou-se contra a santa Lei de Deus. Romanos 3:23, Colossenses 1:21. Portanto, não há nada que o homem mereça a não ser o julgamento de Deus.



O homem permanece culpado diante do trono de Deus, tendo quebrado sua Lei sagrada. Romanos 3:19, Gálatas 3:10, Tiago 2:10. Dessa forma ele permanece sujeito a maldição de Deus. 



Porque ele rejeitou e assassinou o Filho de Deus, o homem não tem nenhum outro argumento. João 12:31-33, 3:18. 



V. SALVAÇÃO PELA GRAÇA



O homem é salvo somente pela graça de Deus. Nenhum de nós merece a salvação; “no qual temos a redenção, pelo seu sangue, a remissão dos pecados,” “segundo a riqueza de sua graça.” Efésios 1:7. Mas Deus é santo e não pode deixar passar o pecado sem ser punido. Esse é o sentido da cruz. O evangelho nos ensina como Deus pode salvar pecadores pela graça e apesar disso, continuar sendo santo. 



A resposta é que Cristo sofreu a ira e o julgamento de Deus contra Ele. Baseado na obra de Cristo não nas obras humanas, Deus pode perdoar os pecados daqueles que confiam no Senhor Jesus Cristo, o Cordeiro que foi morto, que completou a obra da redenção. A graça somente exige fé da parte do pecador que busca salvação. Efésios 2:8-9



VI. BÊNÇÃOS PELA GRAÇA



As bênçãos advindas da graça trazem resultados maravilhosos para o pecador. Três destas grandes conseqüências são:



A. Salvação: - Tito 2:11-13. Significa que quem nasceu de novo tem a vida eterna. “E dou-lhes a vida eterna e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.” João 10:28. 



B. Justificação - Romanos 5:1. Isso significa que Deus considera um pecador que crê em Cristo como sendo inculpável. “Tendo sido, pois justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo.” Romanos 5:1.



C. Diante de Deus - Romanos 5:2. Isso significa que o cristão verdadeiro pode entrar na presença de Deus pela oração. Ele já não está mais separado de Deus pelos seus pecados. “Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.” Hebreus 4:16 .


 

 

PARA A SUA INFORMAÇÃO – A Lei Internacional de Direitos Reservados protege todos os materiais da página da internet da  Bible Broadcasting Network, Inc. (Rede de Radiodifusão Bíblica).  Isto inclui áudio, literatura e qualquer arquivo de vídeo. Para reproduzir ou publicar qualquer material, deve-se ter a permissão por escrito da BBN. Qualquer utilização dos materiais acima em reprodução para venda é estritamente proibido por lei. No entanto, uma vez que a BBN é um ministério e o material é para o seu crescimento espiritual pessoal, você pode gratuitamente fazer download de materiais se o propósito for para o seu uso pessoal.   
Copyright (c) 2006.

BBN ao Vivo

No Ar:
BBN Notícias
Central de Radiojornalismo
Histórias Verdadeiras

Copyright © 2006 Bible Broadcasting Network Login